Como cães e gatos enxergam

Cães e gatos, assim como os humanos, possuem células na sua retina, responsáveis pela visão: são os cones e bastonetes.

Os cones são responsáveis pela visão de detalhes e cores, enquanto os bastonetes são responsáveis pela visão noturna.

Enquanto os humanos têm muitos cones e poucos bastonetes, nos cães e gatos e proporção é inversa, e por isso enxergam bem melhor no escuro do que nós.

Cães e gatos possuem também auxilio do tapete lúcido para enxergar à noite. Essa estrutura fica no fundo do olho, e possui bastonetes cristalinos que funcionam como refletores da luz, aumentando o poder de visão noturna. É por isso que os olhos dos animais “brilham“ à noite quando incide luz. Os humanos e suínos não possuem esta estrutura nos olhos.

Diferente de nós, eles enxergam apenas quatro cores: azul, branco, amarelo e tons de cinza. Para eles cores como vermelho ou verde são vistas como amarelo.

Acredita-se que gatos enxergam mais cores do que cães, mas ainda há não estudos nessa área que confirmem qual número ou quais cores seriam.

Durante o dia, cães e gatos têm ainda outras deficiências: eles veem embaçado, com poucas cores e menos detalhes, pois muitos são naturalmente míopes ou hipermetropes, e mesmo que tivessem capacidade, não conseguiriam ler. Isso porque os animais possuem o músculo ciliar pouco desenvolvido e não permite a acomodação ideal do cristalino (lente do olho) para a focalização perfeita do objeto. Sua visão é mais adequada para ambientes escuros do que a nossa.