Hipertiroidismo felino

 

O hipertiroidismo felino é a doença hormonal mais comum em gatos e ocorre em animais com mais de seis anos de idade.

É causada por uma hiperplasia adenomatosa das glândulas tiroides que é uma alteração benigna.  Em menos de 2% dos casos, a alteração é causada por uma neoplasia maligna da glândula.

Os principais sintomas são: emagrecimento, aumento do apetite, agitação, agressividade, pelagem opaca ou com falhas, aumento da ingestão de água e da quantidade de urina, aumento da defecação e vômitos. Pode ser palpada a tiroide aumentada na região do pescoço.

O diagnostico é feito com a medição de T4 total no sangue. Em gatos com hipertiroidismo, o T4 está alto.

Existem três tipos de tratamento: o cirúrgico, sendo feita a retirada da glândula tiroide, medicamentoso, com medicação para diminuir os níveis de T4 e o iodo radioativo, que faz a glândula tiróide produzir menos hormônio. O veterinário deverá avaliar e o tratar o animal de acordo com as necessidades e particularidades do paciente.

Muitas vezes os sintomas passam despercebidos. Proprietários até notam mudanças positivas no seu gato, quem não quer ter um animalzinho se alimentando super bem, ou um gato idoso, que depois de certa idade volta a brincar bastante, como quando era jovem? Porém, é uma doença que merece atenção e tratamento, pois quando não tratados, gatos podem sofrer consequências graves na sua saúde e apresentar problemas cardíacos, renais e cegueira.